Central Telefônica: 71 3203.5555 . Centro Médico: 71 3203.3400 . Marcação de Exames: 71 3203.5601

Notícia

HOME / Hospital / Notícias / 2016 / Agosto / Campeãs em aleitamento

Campeãs em aleitamento

mães aleitamentoAs mães brasileiras são referência mundial quando o assunto é amamentação. O dado divulgado na revista britânica The Lancet, em janeiro deste ano, resulta do mais completo estudo já realizado sobre aleitamento materno. Abrangendo 153 países, a análise rendeu ao Brasil posição de destaque em relação a nações desenvolvidas como Estados Unidos, Espanha, Reino Unido, Portugal e China, além de reconhecimento especial da Organização Pan-Americana de Saúde. Tamanho progresso nos índices de aleitamento brasileiro – 2%, em 1986, para 41%, em 2008 – é atribuído a décadas de investimentos em campanhas educativas e iniciativas como a Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano, maior do mundo com 292 unidades, incluindo 79 distribuídas em 21 países. Valesca Lôbo, enfermeira líder da Emergência Obstétrica da Maternidade Santamaria, observa que a conscientização da importância de amamentar repercute positivamente em melhores índices de sobrevida infantil. “O maior acesso a informação tem contribuído para que as mães cumpram a recomendação do Ministério da Saúde que preconiza aleitamento materno exclusivo até seis meses de vida, com a complementação de outros alimentos a partir do sexto mês até pelo menos dois anos de idade”, diz a enfermeira que lista a seguir 5 razões para amamentar. Confira!

1. Alimento completo. O leite materno contém todos os componentes necessários ao pleno desenvolvimento físico e intelectual do recém-nascido gerando adultos saudáveis e mais resistentes às patologias do envelhecimento. É rico em água, proteínas, carboidratos e gorduras. Além disso, é um alimento gratuito, prático, 100% natural e de fácil digestão.

    2. Aumenta a imunidade. O leite materno é provido de anticorpos que protegem o lactente contra doenças atuando como uma “vacina natural”. Crianças amamentadas até os seis meses de vida possuem imunidade aumentada contra doenças comuns da infância como anemia, alergias, infecções, diarréia, asma, entre outras. Ajuda ainda a combater vírus e bactérias do trato gastrointestinal favorecendo o rápido ganho de peso e reduzindo o tempo de hospitalização.

    3. Diminui a mortalidade infantil. De acordo com o Ministério da Saúde (MS), através do aleitamento é possível reduzir em 13% as mortes por causas evitáveis em crianças menores de cinco anos. A Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) ressaltam que aproximadamente seis milhões de crianças sobrevivem a cada ano graças a amamentação exclusiva.

    4. Gera bem-estar. Pesquisas demonstram que a amamentação fortalece o vínculo afetivo entre mãe e filho, proporciona bem-estar físico e emocional e melhora a saúde de ambos. Esse contato favorece também o desenvolvimento social da criança e a sensação de realização da mãe.

    5. Mãe saudável.  A amamentação é uma das atividades mais naturais e benéficas para as nutrizes, tendo como pontos mais importantes: redução de hemorragias no pós-parto e do risco de anemia; adiamento do regresso da fertilidade; prevenção do câncer de mama e de ovários; prevenção da osteoporose; ajuda na perda de calorias, estimulando o emagrecimento; aumento da autoconfiança e ajuda na adaptação entre mãe e filho.

      Revista Imagem Real - Agosto 2016

      http://www.hportugues.com.br/imprensa/revista-imagem-real

             
      ANAHP - Associação Nacional de Hospitais Privados ONA - Organização Nacional de Acreditação Creditação  Qmentum
         
      Av. Princesa Isabel, 914, Barra Avenida, 40.140-901, Salvador, Bahia.
      71 3203.5147 71 3203.5555 71 3203.3400 71 3203.5601